Empréstimo para pagar dívidas: vantagens e desvantagens

Não sabe se deve pedir um empréstimo para pagar dívidas? Confira aqui as vantagens e as desvantagens antes de realizar essa ação!

Deseja solicitar um empréstimo para pagar dívidas? Esse serviço pode ser útil para quem precisa de dinheiro para acertar suas contas e melhorar a sua saúde financeira. Mas há alguns pontos negativos também. Confira aqui as vantagens e as desvantagens de pedir um empréstimo para pagar dívidas!

empréstimo para pagar dívidas
Precisa organizar suas finanças? Fazer um empréstimo pode ser a solução (Foto: Krakenimages.com/Adobe Stock)

O que é um empréstimo?

Quando uma pessoa precisa de algo, ela pede para outra pessoa de forma emprestada. Depois, a mesma pessoa devolve para o dono. A mesma coisa acontece na modalidade de crédito chamada empréstimo.

Nesse caso, o interessado em contratar essa solução financeira precisa, primeiramente, pesquisar pelas ofertas disponíveis no mercado. Depois, é só fazer uma simulação e enviar a sua proposta.

Caso sua proposta seja aprovada, o tomador ainda precisará assinar o contrato e esperar pelo depósito do dinheiro. Na sequência, é só pagar as parcelas, ou seja, devolver o dinheiro para o credor (com juros).

O empréstimo se destaca pelo fato do cliente poder usar o dinheiro cedido do jeito que bem entender. Isso significa que o cliente pode fazer o pagamento de dívidas ou realizar uma compra importante.

Hoje, existem diversos tipos de empréstimo. Aqui, é possível citar o crédito pessoal, o crédito consignado, o empréstimo pessoal com garantia e o empréstimo FGTS (Antecipação do Saque-Aniversário).

Cada uma dessas categorias possui suas particularidades, prazos, requisitos, taxas e outros detalhes. Por isso, é importante se organizar e pesquisar todas as ofertas antes de realizar a contratação.

Vantagens e desvantagens de pedir um empréstimo para pagar dívidas

O devedor pode usar o empréstimo pedido para as mais diversas finalidades, como o pagamento de contas. Nesse caso, essa pode ser uma boa opção para quem deseja dar um alívio às suas finanças.

Mas isso pode, também, virar uma grande “bola de neve”. Confira abaixo algumas das vantagens e desvantagens de solicitar um empréstimo para pagar dívidas:

Vantagens

Possibilidade de receber o dinheiro em poucos dias

Foto: Graphicroyalty/Adobe Stock

Você sabia que um empréstimo pode ser útil para quem precisa pagar uma conta mais urgente? É isso mesmo! Existem diversas instituições financeiras que podem liberar o crédito pedido de forma rápida.

No Brasil, há empresas onde esse prazo é de até 24 horas. Também existem aqueles casos onde a empresa pode depositar, dependendo do horário de envio da proposta, o dinheiro no mesmo dia.

Claro, um ponto que precisa ser levado em consideração é que o tempo vai depender da análise de crédito. Essa solução financeira ainda pode ser útil para quem não quer pagar multas e juros.

Chance de usar o dinheiro para pagar todas as suas dívidas

Foto: Imagem de shurkin_son no Freepik

Qual dívida você precisa pagar? A conta de luz? As parcelas do seu carro novo? No empréstimo, o devedor não precisa informar o destino do dinheiro, ou seja, é possível usá-lo para pagar qualquer conta.

Essa é uma das vantagens desse serviço financeiro para outras soluções disponíveis no mercado, como o financiamento. Lembrando que é preciso ter um controle para não gastar o crédito com outras coisas.

Tire qualquer restrição do seu CPF e aumente o seu score

empréstimo para pagar dívidas
Foto: Elnur/Adobe Stock

Todo mundo gosta de fazer compras, não é mesmo? Mas um obstáculo que faz com que muitos brasileiros não consigam realizar seus sonhos é o fato de seus nomes estarem negativados.

Normalmente, isso acontece porque esse consumidor está com muitas dívidas e seus dados foram incluídos nos birôs de crédito. Pedir um empréstimo pode ajudar as pessoas a contornarem essa situação.

Afinal, há a chance de usar o dinheiro para pagar um acordo e acabar com essas pendências. Lembrando que o cliente ainda pode aumentar o seu score de crédito ao pagar todas as suas contas.

Esse score é um dado que mostra o perfil financeiro de uma pessoa. Vale ressaltar que ter uma pontuação boa/excelente pode facilitar as coisas na hora de fazer compras e de contratar produtos de crédito.

Gestão de despesas

Foto: Pixabay.com

O que você faz com o seu salário? As pessoas costumam usar essa renda para fazer compras no mercado, pagar boletos, fazer viagens e para pagar outras despesas que já estão no planejamento financeiro.

Só que ter uma dívida pode ser o mesmo que tirar um dinheiro de uma compra para resolver um problema extra. Pedir um empréstimo pode ser uma boa opção justamente nesses momentos.

Usar o dinheiro emprestado por uma empresa pode cobrir esse gasto que não está no seu planejamento. Além disso, esse tempo pode ser usado para organizar suas finanças, para pagar as parcelas.

O cliente pode contar com taxas de juros competitivas

Foto: vadim yerofeyev/Adobe Stock

Na hora de contratar qualquer serviço financeiro, o interessado precisa estar atento às taxas de juros praticadas pela empresa que está oferecendo o produto. Tudo isso para evitar surpresas no futuro.

Existem algumas categorias de empréstimo onde o devedor pode encontrar taxas de juros mais atrativas. Destaque para o empréstimo pessoal com garantia e o empréstimo consignado.

Normalmente, as taxas fazem com que o valor final do empréstimo aumente. Com isso, a recomendação é escolher empréstimos com juros menores e que estejam abaixo do valor da dívida.

Desvantagens

Risco de inadimplência e de dívidas acumuladas virarem uma “bola de neve”

empréstimo para pagar dívidas
Foto: Proxima Studio/Adobe Stock

No entanto, fazer um empréstimo para pagar dívidas também possui os seus pontos negativos. Ao contratar esse serviço financeiro, o tomador estará adicionando mais uma conta para pagar.

Com isso, será preciso ter dinheiro para pagar as contas na data correta. Mas pode acontecer da pessoa não ter, por alguma razão, saldo suficiente para pagar as dívidas e as mesmas começarem a acumular.

Essa “bola de neve” pode fazer com que as multas se acumulem por causa da inadimplência e que o nome da pessoa seja negativado. Por isso, é preciso pensar bem se vale a pena contratar o serviço.

Dependendo do caso, é preciso deixar um bem como garantia

Foto: methaphum/Adobe Stock

Um dos tipos de empréstimo disponíveis no mercado é o empréstimo pessoal com garantia. Nessa linha de crédito, o cliente precisa deixar um bem (carro, imóvel e entre outros) como garantia de pagamento.

Esse é um dos pontos negativos. Aqui, você pode até continuar a usar o bem. No entanto, por se tratar de uma alienação fiduciária, o nome do bem será passado para a instituição financeira.

Com isso, para não ter prejuízos futuros, é preciso fazer o pagamento na data correta. Já o processo de contratação pode ser mais demorado por conta das análises e das avaliações feitas pelo banco.

Empréstimos destinados a alguns públicos específicos

Foto: Imagem de gpointstudio no Freepik

Como foi dito acima, a pessoa que precisa de dinheiro para fazer a quitação de uma dívida pode escolher dentre as várias ofertas disponíveis. Porém, há ofertas que não estão disponíveis para todos os públicos.

Existem bancos que não permitem, por exemplo, que o cliente tenha restrições no seu CPF. No caso, essas instituições levam em consideração alguns dados disponíveis em birôs de crédito.

Ainda é possível citar o empréstimo consignado, que é uma opção destinada a aposentados, pensionistas do INSS, servidores públicos, colaboradores de empresas conveniadas e militares.

Empréstimo para pagar dívidas: dicas para não ter problemas

Ficou interessado em pedir um empréstimo para pagar dívidas? Essa é uma modalidade de crédito que pode ajudar pessoas endividadas a acertar suas contas e ter uma vida financeira mais saudável.

Mas ainda é preciso seguir algumas recomendações. O cliente precisa avaliar quais dívidas precisam ser quitadas e organizar suas finanças. Pesquisar quais são as melhores ofertas também pode ser útil.

Lembre-se de que as instituições mais confiáveis podem ser aquelas que possuem uma boa reputação e que estão autorizadas pelo Banco Central do Brasil (Bacen). Mas não é só isso.

Outro ponto importante é que as empresas não pedem para o cliente pagar um valor para liberar o crédito. Por fim, o devedor precisa pagar as parcelas na data correta e evitar o acúmulo de juros.

Pedro Giordan
Escrito por

Pedro Giordan

0

Por favor, aguarde!
Carregando seu empréstimo…